Sueli Gehlen Frosi | De laranjas

Pegue uma laranja e uma faquinha. Comece a descascá-la pela parte de cima e desça devagar em movimentos que retirem a casca ao redor, de preferência sem quebrar a integridade da tira que vai saindo. Tome cuidado pra que não fiquem buracos na parte branca. A seguir tire uma tampa da parte de cima.

A tampa deve ser degustada primeiro, sem deixar nada do amarelo da polpa, usando para isso os dentes da arcada de cima. Agora você pode começar a beber o suco, tendo o cuidado de ir apertando os lados da laranja, até que todo o líquido tenha saído. A polpa e o bagaço, já sem suco,  ficam para o fim. Vá mordendo devagar até que não sobre nada.

Este é um delicioso exercício de inverno, quando o frio nos faz procurar um solzinho timidamente quente. A natureza se encarrega de providenciar a vontade de comer laranjas nesta época em que as árvores estão carregadas de frutas cítricas bem maduras, já batizadas pelas geadas. Os adultos conhecem a prática há séculos. Eles podem ensinar a técnica a quem estiver interessado em ter um imenso prazer de lagartear ao sol, com um cesto de laranjas ao lado. Instintivamente sabemos que inverno, geada, sol e laranjas são elementos perfeitamente harmoniosos entre si.

Talvez você tenha o saudável hábito de tomar sucos de laranja, bergamota e tangerina. Ótimo! Mas não dá pena de jogar fora tanta comida? E a polpa e o bagaço vão para o lixo? É uma pena! Deixamos de lado o ritual, o cesto, a faquinha e as ricas fibras das frutas. Aliás, dizem por aí que nosso lixo doméstico é formado por sessenta por cento de comida.

Vivemos grandes e lindas mudanças no sentido de conservarmos o planeta e a nós mesmos. As pessoas já começaram a levar suas canecas para o trabalho, a fim de que milhares, ou milhões de copos descartáveis deixem de ser usados. Já vi usarem no lugar de canecas aqueles vidros de azeitonas, que iriam para o lixo. Já estão falando que devemos beber água da torneira, desde que passada por filtros, para não fazermos uso de garrafinhas de água mineral – caras, salgadas e de procedência duvidosa – por motivos óbvios.

O que não muda muito, a não ser no caso dos municípios, é a situação das escolas. Estamos, como no caso das laranjas, procurando uma forma mais elaborada para suprir as necessidades ligadas à educação. Temos necessidades não atendidas, carências que o simples atendimento à universalidade que a lei exige não é suficiente. Nossos professores estão necessitando de visibilidade em todas as suas camadas, assim como as laranjas. Tirar o suco deles e jogar o bagaço fora é uma brutalidade. Ignora-se a essência do que são feitos.

Dos estudantes, assim como dos professores, o Estado espera a superficialidade, por que, sem escolas confortáveis e bonitas, sem merenda integral, sem professores felizes e bem formados, sem um corpo de funcionários treinados, eles estão sendo sub aproveitados. A inteligência brasileira está sendo jogada no lixo sem pena, sem nenhum escrúpulo.

Ocupar as escolas, dormir lá, sentir o frio das paredes mal cuidadas, deve dar a dimensão do que os educadores sentem no dia a dia. Profissionais que apostaram sua vida em uma profissão tão nobre merecem que se tenha o cuidado de, com paciência e constância, fazer como se faz no inverno aqui no sul com as laranjas. Merecem que se procure o calor do cuidado, um instrumento eficiente de competência e o resultado maduro, potencialmente à disposição e à espera do melhor da educação. O sol do cuidado, a faquinha da competência e a laranja da educação integral estão aí, em uma linda metáfora. A laranja da educação não quer mais ser espremida em gabinetes de autoridades incompetentes.

O movimento das escolas ocupadas mostra que estamos muito mais exigentes. Manifeste-se, Estado! A superficialidade tão do seu gosto está agonizando. Que bom!

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027