A grave crise política

O Brasil vive uma das mais graves crises políticas da história. As instituições nacionais fraquejam. O Executivo deveria administrar a crise, articulando com os outros poderes. A administração federal está afundando. Em junho prometeram dialogar com a sociedade, mas não cumpriram. Agora o discurso é o mesmo. O Judiciário deveria contribuir, na medida de sua competência. Mas a Corte Suprema é nomeada por políticos. E são magistrados que fazem julgamentos políticos. Estamos na época de julgamentos de corrupção. Gostaria de alertar que os julgamentos do Magistrado Federal do Paraná não é definitivo. Depois vem recurso para o Tribunal Regional Federal. E é possível que chegue até o Supremo Tribunal Federal. Isso pode durar muitos anos, a exemplo do que aconteceu no Mensalão. Por enquanto tudo é mídia, é a festa do sensacionalismo. A par disso, o Congresso instala uma CPI para apurar a mesma coisa. Todo o Congresso sabia, até porque tinha integrantes envolvidos na corrupção. Depois que a polícia investigou, o Ministério Público denunciou, o Judiciário prende e julga, os deputados e senadores decidem investigar também. Parece piada, mas esses são os políticos brasileiros. Todos nós sabemos que essas CPIS jamais tiveram algum resultado positivo. Existe para chamar a mídia, para dizer que deputados e senadores estão fazendo alguma coisa pela moralidade política. Tudo mentira!

É necessário, todavia, que analisemos o comportamento do cidadão e o sistema eleitoral brasileiro. Façamos uma análise! Eu sou cidadão brasileiro, eleitor e votante. A cada dois anos sou obrigado a votar. Aparecem candidatos de todas as espécies. Poucos são bons. Esses bons geralmente não se elegem. Mais importante é que eu não posso ser votado, se não tiver um partido. Para votar eu não preciso de partido. Para ser votado eu preciso. Os partidos no Brasil são fisiológicos e tem seus caciques. Para entrar no partido e ser candidato é preciso ter dinheiro. E muito. Até mesmo para ser vereador. É preciso montar uma equipe e ter uma região de influência. Tem que pagar cabos eleitorais, carros, gasolina, mídia, etc... Sem uma estrutura, que custa muito dinheiro, ninguém se elege para nada. Então o sistema começa viciado cá embaixo. Por que razões os congressistas seriam honestos? A crise atual é culpa do sistema eleitoral, que permite essas coligações. Depois vem o negócio dos cargos. Esses cargos não são escolhidos pela remuneração, mas pela influência que podem ter. E por que motivo as pessoas querem influência? Para ter o poder. E o poder sempre tende a corromper e ser corrompido. E começa bem aqui perto do nosso nariz. Reflitamos sobre o nosso comportamento como cidadãos. Quanto à Presidente e seu vice, mais o seu Ministro da Fazenda? Eles têm apenas um caminho para salvar o país da derrocada: RENÚNCIA COLETIVA E CONVOCAÇÃO DE NOVAS ELEIÇÕES. DO CONTRÁRIO O PAÍS VAI ENFRENTAR UMA CRISE AINDA MAIS GRAVE. A Presidente não tem mais moral para governar. O Ministro da Fazenda, que é empregado do BRADESCO, fechou as torneiras do crédito. E vai levar empresas à quebradeira geral. ESQUECERAM DE DIZER PARA O POVO POR QUE DE AJUSTE FISCAL. E COM ALTAS TAXAS DE INFLAÇÃO. VAMOS PAGAR A CONTA DA ROUBALHEIRA?

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027