Especial de 80 Anos do Grupo Diário da Manhã | Pessoas

A busca pela sustentabilidade

A busca pela sustentabilidade
Foto: Matheus Moraes / DM

Obra de Victor Hugo Carrão retrata a realidade agrícola em nível global e busca a reflexão do ser humano sobre a sustentabilidade. O autor utilizou páginas do Jornal Diário da Manhã na publicação para resgatar matérias que tratam de temas do livro

O livro ''Nova Fronteira Agrícola no Rio Grande do Sul – Transição para a Sustentabilidade'', do engenheiro agrônomo e consultor de marketing, Victor Hugo Carrão, foi lançado no dia 4 de novembro de 2015. Após três anos de estudo, pesquisa e embasamento, a obra se construiu com o objetivo de trazer uma proposta de análise e debate sobre a realidade e as potencialidades da agricultura no Estado, sob a perspectiva da sustentabilidade. Para isso, o autor utilizou de matérias publicadas pelo Jornal Diário da Manhã para encorporar temas relativos do livro.

Com foco na sustentabilidade, a obra apresenta dados, índices e pesquisas que apresentam o cenário agrícola no Rio Grande do Sul. De acordo com Carrão, a publicação é uma mescla entre as suas atividades profissionais e a realidade da agricultura. ''É um cenário que vai de regional até nível global. Dentro disso, se observou que, assim como nós temos uma limitação, em termos de conservação de solo, nós também temos uma grande oportunidade. Se nós temos um problema com o solo, significa que nós temos a solução para isso. E a solução existe no trabalho que foi desenvolvido em Passo Fundo, que é o sistema de plantio direto na polia. Ainda tem muito por fazer'', afirma o agrônomo.

Para o autor da obra, há muito conhecimento no Brasil que deve ser aproveitado. ''Nós temos que aplicar o conhecimento para fazer as coisas acontecerem. Mas por que não aplicamos o conhecimento? Falta um estilo de vida diferente. É nós mudarmos'', enfatiza, baseado no conceito de ecologia, que trata as relações entre os seres vivos com o meio ambiente. ''Precisamos estreitar nossas relações, parar de competir um com o outro. Precisamos mudar de competitividade para sustentabilidade. As nossas relações são importantes para promover a vida, seja das pessoas, dos animais ou das plantas. '', declara.

A publicação, que foi organizada e escrita desde 2012, não se concentra apenas na esfera agronômica, segundo Carrão. ''Eu estudei sobre a natureza humana nesses últimos três anos, para descobrir porque as coisas não acontecem. Comecei a descobrir, por exemplo, que ecologia, antes da técnica, é comportamento. Se tu polui, os outros vão ter que compartilhar a tua poluição, enfrentar esse problema criado por você. Por isso o compromisso de cada cidadão do mundo, de cada cidade e estado do mundo, com a responsabilidade do desenvolvimento. A sustentabilidade não se faz só no quintal de casa, mas com uma visão global'', acrescenta.

O livro ''Nova Fronteira Agrícola no Rio Grande do Sul – Transição para a Sustentabilidade'' tem 832 páginas e é encontrado apenas na versão digital. A obra está disponível na internet para download. Depois de 15 dias do lançamento, mais de 560 downloads foram registrados. Além disso, a obra conta com uma página no Facebook.

Do jornal para o livro
De acordo com Carrão, o livro pretende mostrar uma mudança de atitude das pessoas. Na obra, o autor traz matérias publicadas pelo Jornal Diário da Manhã que possuem títulos de ''Acordar o Gigante Adormecido e o Programa METAS'', ''Transição para Sustentabilidade'' e ''Fronteira Agrícola: Marketing Integrado e o Desenvolvimento Sustentado''. Para ele, um jornal, para ser parceiro, precisa ter uma história. ''O Diário da Manhã, como veículo de comunicação, trabalha com parcerias, como a que tivemos em prol da agricultura. O jornal tem a sua credibilidade. Sabe o que o cliente deseja, de que maneira ele quer receber as notícias, as ideias, as maneiras de um caminho que pode se abrir para cada cidadão. O Diário da Manhã tem isso. Ninguém se mantém por longo tempo se não é diferente naquilo que oferece. O jornal não está vivo até hoje por acaso'', ressalta.

Carrão resgata a história e lembra que na realização de um jantar da Associação dos Engenheiros Agrônomos, em meados de 2003, a parceria com o Diário da Manhã foi fundamental para a consolidação do evento. ''Nós apresentamos a ideia e o jornal disse que iria contribuir. Foram diversas entrevistas no rádio, no jornal. O tempo todo com cobertura, chamadas para participar. No Clube Comercial, que tinha capacidade para 560 pessoas, nós tivemos que negar a venda de ingresso. A repercussão foi enorme'', lembra.

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027