Diário da Manhã

Polícia

Tentativa de homicídio acaba em troca de tiros

Autor: Caetano Bortolini Barreto

Dupla armada invadiu residência no bairro Petrópolis para executar apenado do semiaberto, que respondeu à ação com tiros

Na madrugada de sexta-feira (12), um grupo armado tentou assassinar um ex-detento no bairro Petrópolis. Segundo a Polícia Civil, duas pessoas com toucas ninja pularam a cerca do pátio e entraram na residência da vítima, localizada na Rua Antônio Cesário de Rezende, e encontraram a porta aberta. A sua esposa estava na sala e foi rendida pelos criminosos, e exigiram a presença do dono da casa, que estava no quarto acompanhado do filho. A vítima ao ouvir os gritos na sala se trancou no quarto, e pegou uma pistola calibre 380 que alegou à polícia ser sua. Os invasores ordenavam que a vítima se apresentasse, ameaçando matar sua esposa, e então se iniciou uma troca de tiros. A investigação acredita que aproximadamente 30 disparos foram efetuados no tiroteio.

A vítima do atentado não foi atingida, e após os tiros os suspeitos fugiram com outras duas pessoas que aguardavam do lado de fora. Alguns momentos depois um indivíduo baleado deu entrada no hospital. O homem, morador de Esteio, alegou à Brigada Militar que teria sido assaltado, mas a Polícia Civil trabalha com uma linha de investigação que liga essa pessoa baleada ao crime ocorrido na Petrópolis. Ele foi internado no Hospital da Cidade porém, algumas horas depois, uma pessoa teria tentado entrar no hospital procurando o indivíduo internado, e algumas testemunhas afirmaram que ele teria ido para lá com a intenção de matar o suspeito hospitalizado. A assessoria de comunicação do Hospital da Cidade confirmou que houve uma tentativa de acesso à unidade na madrugada, e que as imagens serão encaminhadas para a Polícia Civil para serem anexadas à investigação.

Crime pode ter ligação com tráfico

Segundo o chefe de investigações interino da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa – DHPP, Gustavo Pimentel, a mulher da vítima teria reconhecido um dos acusados, pois ele teria tirado a touca que estava utilizando, e essa pessoa cumpriu pena no presídio junto com a vítima. “A vítima deu motivo que um dos acusados teria se engraçado para sua mulher, mas acreditamos que não seja isso, que seja por questões de tráfico”, relatou Pimentel. Ainda segundo o chefe de investigações da DHPP, Todos os envolvidos têm passagens policiais por crimes como tráfico e roubo, tanto que a vítima, que atualmente utiliza tornozeleira eletrônica, foi presa anteriormente por tráfico. A DHPP já tem o nome dos acusados e segue nas investigações.

Comentários

Galerias de Fotos

Anuncie Aqui

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Baixe o Aplicativo do Jornal

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027