Polícia

Acusado de matar passo-fundense é preso no vale dos sinos

Autor: Caetano Bortolini Barreto
Acusado de matar passo-fundense é preso no vale dos sinos
Foto: Polícia Civil/Divulgação

Motorista do Camaro que atropelou mulher em Florianópolis foi preso por furtar energia elétrica

A Polícia Civil, através da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio das Concessionárias e os Serviços Delegados (DRCP), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), prendeu três homens em flagrante, na tarde de  quinta-feira(11). O proprietário e o administrador de uma empresa receberam voz de prisão pela prática de furto qualificado e um terceiro por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito na cidade de Araricá, no Vale dos Sinos.

Os policiais civis diligenciaram, acompanhados de técnicos da concessionária de serviço público, tendo em vista denúncias de que os técnicos eram intimidados no momento de fiscalizar o referido estabelecimento. Ao chegarem ao local, os funcionários da concessionária foram intimidados por um dos suspeitos, tendo sido abordado pelos policiais, ocasião em que se verificou o porte de uma pistola calibre calibre 40.

Segundo a delegada Marina Ver Goltz, no local detectou-se a existência de uma instalação irregular de energia, através de uma ligação clandestina, a qual estava ligada diretamente na rede da concessionária, com medidor irregular não cadastrado na empresa.

Administrador da empresa é acusado de homicídio

Segundo a Polícia Civil, o administrador da metalúrgica autuada é o mesmo empresário que, no último dia de 2016, dirigia o automóvel que atropelou e matou a passo-fundense Cristiane Flores. A vítima era esposa de Nilandre Lodi, proprietário de um estabelecimento localizado na rua Armando Cali Bulos, na praia de Ingleses. O crime ocorreu às 3h da manhã do dia 31, quando um Chevrolet Camaro, bateu em dois carros e invadiu a calçada, atropelando Cristiane, Nilandre e Gean Mattos, um amigo que também estava presente. Mattos foi internado em estado grave no hospital, Nilandre teve suas duas pernas amputadas, e sua esposa não resistiu aos ferimentos causados pelo impacto e morreu no local. A investigação da Polícia Civll apontou que o acusado estava participando de um racha e que, após o crime, teria fugido sem prestar socorro.

O delegado da 8ª Delegacia de Polícia Civil de Florianópolis Eduardo Mattos revelou que horas depois do ocorrido, ele deixou o imóvel que estava alugado por ele e sua família em Ingleses, alegando que estava com “problemas de saúde”. O acusado ficou na situação de foragido enquanto sua defesa pleiteava o habeas corpus até o mês de maio de 2017, quando informou um novo endereço para a Justiça em sua cidade, Sapiranga/RS. Ele teve mandado de prisão expedido a pedido pela Polícia Civil, acusado de homicídio doloso qualificado, lesão corporal grave e lesão corporal gravíssima. Após alegar dificuldades financeiras, e ter seu mandado de prisão suspenso pela justiça de Santa Catarina, o réu pagou fiança de R$ 70 mil, o que lhe deu o direito a responder ao processo em liberdade.

Operação autua “Templo satânico”

Em continuidade à Operação Blecaute, agentes da DRCP e DEIC fiscalizaram outro endereço na manhã de sexta-feira (12). Os policiais constataram furto qualificado de energia elétrica no “templo satânico”, no Distrito de Morungava, em Gravataí, local investigado pela Polícia Civil por ter relação com a morte cruel de duas crianças. Uma mulher, de 28 anos, proprietária do local, foi presa em flagrante por furto qualificado de energia elétrica.

Segundo a delegada Marina Ver Goltz, os policiais civis diligenciaram acompanhados de técnicos da concessionária de serviço público (RGE), em fiscalizações de estabelecimentos na região, quando constataram a ligação clandestina de energia elétrica, diretamente na rede da RGE, no chamado “templo satânico”. A energia elétrica foi cortada, porém ninguém foi preso porque não havia ninguém no local no momento da fiscalização. As investigações para responsabilização dos proprietários do local prosseguirão.

Roubo de energia é punido com prisão

A delegada Marina Goltz ressalta que o furto de energia por estabelecimentos comerciais e em eventos estão no foco de combate da delegacia, pois, além de gerar grandes perdas na rede de energia, com prejuízos arcados por toda a população, e consequente diminuição de arrecadação de impostos, a conduta gera perigo e instabilidade na rede energética, além de promover concorrência desleal: "aquele que mantém comércio regularmente não consegue competir de forma igualitária com aquele que se vê livre do custo de energia intrínseco à atividade econômica".

Segundo ainda a delegada, a pena para o crime de furto de energia é de dois a oito anos de reclusão, e de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito é de três a seis anos de reclusão.

 

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027