Saúde

Consumo de sódio não deve ultrapassar limites recomendados pela OMS

Autor: Redação Diário da Manhã
Consumo de sódio não deve ultrapassar limites recomendados pela OMS
Foto: Divulgação

O sódio, principal composto presente no sal de cozinha e em outros alimentos industrializados pode causar problemas de saúde. Nutricionista indica opções de consumo para equilibrar a alimentação

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, o sal não é o maior vilão da alimentação diária, e sim, o sódio em excesso. Em níveis específicos, o principal composto do sal de cozinha torna-se essencial para saúde. O grande problema está nas quantidades exageradas presentes de maneira disfarçada nos produtos industrializados ou altamente processados.

Conforme explica a nutricionista funcional, Cynthia Ianiski, os níveis excessivamente elevados de sal nos produtos processados como bolachas salgadas e doces, embutidos (salames, presuntos, mortadelas, linguiças, etc.), produtos enlatados, empacotados e temperos artificiais são fatores de risco para o surgimento de diversas doenças. “Entre elas, crônicas não transmissíveis como hipertensão arterial, doenças cardiovasculares, diabetes, problemas hepáticos, renais, entre outras”, salienta.

O consumo de sal na maioria dos países tem sido muito elevado por conta da grande ingestão de produtos alimentícios industrializados, em torno entre 9 g a 12 g por dia. “A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda ingestão diária de sal para adultos de até 5 gramas/dia equivalente a 2.000 mg de sódio. Essa quantidade é perfeitamente possível se usarmos sal apenas para preparação de alimentos caseiros (verdadeiros) como arroz, feijão, carne, legumes refogados por exemplo”, salienta a nutricionista.

Porém, quando as pessoas se dirigem ao supermercado, o vasto número de opções como sal marinho moído, sal light, sal iodado, sal refinado e o “queridinho” sal rosa do Himalaia, confunde o consumidor na hora da compra. “No último congresso Internacional de Nutrição Funcional em setembro de 2017, o qual tive a oportunidade de participar, assisti uma palestra com pesquisadora e química da Universidade Federal do Rio de Janeiro que desenvolveu diversos testes com diversos tipos de sal e para nossa surpresa, ‘caiu a máscara’ do queridinho sal rosa do Himalaia, na verdade do Paquistão (região do Himalaia). Os testes mostraram que o sal rosa é contaminado com resíduos sólidos insolúveis, abrasivos e não assimiláveis pelo organismo. Segundo a pesquisadora é inadequado ao consumo humano” ressalta Cynthia.

Em um universo de variados tipos, marcas e funcionalidades, a nutricionista complementa que quanto mais puro e livre de processamento for o produto, melhor para a saúde. “Aí vem a dúvida, mas então, qual o melhor sal? Segundo a pesquisadora da UFRJ, um dos melhores é o sal de Mossoró no Rio Grande do Norte. Um produto local das regiões norte e nordeste, encontrado em qualquer mercado. É um sal natural rico em micronutrientes, não passa por processos de refinamento e sem nenhum tipo de aditivo químico. Aqui no sul não temos acesso a esse sal, então uma boa opção para nós é o sal marinho moído, aquele que parece úmido, mais grosso, que não desliza no saleiro que também não passa por um processo de refinamento e não tem adição de substâncias químicas”, finaliza a nutricionista funcional.

Receita

Receita se sal de ervas rico em nutrientes antioxidantes (necessitando de menos quantidade de sal nas preparações): 1 xícara de sal grosso; 1 colher (sopa) de alecrim; 2 colheres (sopa) de tomilho; 2 colheres (sopa) de manjericão; 2 colheres (sopa) de orégano; 1 colher (sopa) de sálvia e 1 colher (chá) de noz-moscada ralada ou páprica doce. Coloque todos os ingredientes em um moedor de pimenta ou bata tudo no liquidificador.

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027