Diário da Manhã | Notícia, Jornal, Rádio, Passo Fundo, Carazinho

Agro Diário

Áreas precisam ser exploradas também no inverno

Autor: Sereno Azevedo
Áreas precisam ser exploradas também no inverno
Foto: Divulgação

A relação clima e fatores financeiros tem desestimulado o plantio do trigo na região

A movimentação de máquinas nos campos semeando grãos começa a ganhar força a partir da formação das lavouras de verão. No período de inverno, poucos são os investimentos no plantio de culturas comerciais, para o reforço do caixa do homem do campo. Pelo contrário, a explicação é praticamente única: explorar a terra no inverno pode não ser nada lucrativo ao trabalhador do campo.

As estimativas podem não ser precisas, mas revelam uma realidade de quanto se planta em grãos comerciais no inverno e quanto nas safras de começo de ano. Os índices sofrem algumas pequenas variações, de um município para outro, ou por regiões. Exemplo vem da propriedade da família de Laercia de Souza, de Colônia Saudades, localidade do município de Não-Me-Toque.

Dos 300 hectares agricultáveis, a produtora rural aponta que 90% são destinados ao plantio da soja e o restante para milho. Já no inverno, a cultura do trigo, quando semeada, ocupa cerca de 20% das lavouras. No restante, os investimentos são destinados à cobertura verde, que depois é dessecada para formação das lavouras de soja e milho. “Tivemos frustrações de safras na cultura do trigo nos dois últimos anos. Em 2016 chegamos a plantar até 30% das lavouras com o cereal. Este ano estamos decidindo, mas se for opção plantar ocuparemos apenas 20% das terras com a cultura”, salienta Laercia.

Ela aponta o custo de produção muito alto, o preço baixo e os fatores climáticos como os principais motivos pelo baixo investimento na produção de trigo dentro da propriedade da família. “Temos cultivares com potencial produtivo de até 80 sacas por hectare, mas, infelizmente, o cereal não dá segurança financeira ao produtor”, explica.

Áreas precisam ser aproveitadas

O agrônomo Mauro Rohr vê a necessidade de uma exploração maior das áreas agricultáveis durante o inverno para a produção de grãos comerciais. “No verão, temos praticamente 100% das lavouras plantadas, com variações de 85% a 90% com soja e de 10% a 15% com milho. Os índices mudam dentro das propriedades, pois temos aqueles produtores que realizam rotatividade de cultura um pouco maior em comparação com outros”, enfatiza Mauro.

Segundo ele, hoje se tem uma concentração nos ganhos com a monocultura da soja, sem uma visão maior direcionada à produção durante o inverno. O trigo, que já teve ciclos positivos, hoje ocupa no máximo 15% ou 20% das lavouras no período frio das estações. “A canola e a cevada tiveram um começo, mas não vingaram, pois as condições de produção são mais delicadas do que a do trigo. A canola, por exemplo, não teve suas cultivares desenvolvidas para o nosso clima. É uma cultura do Canadá, com grande potencial nutritivo para ração animal e de óleo vegetal de excelente qualidade nutricional saudável. Aqui não conseguiu ser alternativa de cultura de inverno. Já a indústria do malte exige padrões de qualidade da cevada que o clima local acaba prejudicando”, disse o agrônomo. Para ele, alternativas de culturas que possam ocupar mais as lavouras no inverno precisam continuar sendo buscadas e pesquisadas.

Comentários

Horários de Voos

Vôo Empresa Horários Destino (s) Frequência
VCP - PFB Azul 08:45:00 Passo Fundo segunda a sábado
VCP - PFB Azul 17:40:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 23:15:00 Passo Fundo segundas, terças, quartas, quintas, sextas e domin
VCP - PFB Azul 20:35:00 Passo Fundo sábados
PFB - VCP Azul 06:00:00 Campinas - SP todos os dias
PFB - VCP Azul 10:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos domingos
PFB - VCP Azul 19:55:00 Campinas - SP todos os dias exceto aos sábados
FLN - PFB Azul 16:15:00 Passo Fundo Segundas, sextas e domingos
PFB - FLN Azul 18:20:00 Florianópolis Segundas, sextas e domingos

Matriz

Curta o Diário

(54)3316-4800Passo Fundo

(54)3329-9666Carazinho

  • Passo Fundo: (54) 9905-7864

    Carazinho: (54) 9959-5027